O Brasil no Século 19

 

O Brasil entrou no século 19 com grande aspiração de autonomia, no embalo da Inconfidência Mineira (1789) e da Conjuração Baiana (1798). A América Lusitana estava dividida em três estados portugueses: o Estado do Brasil (propriamente dito), com capital no Rio de Janeiro, o Estado do Grão Pará e Rio Negro, com capital em Belém, e o Estado do Maranhão e Piauí, com capital em São Luís. Apesar de habitarem estados portugueses, os brasileiros não tinham as mesmas oportunidades que os portugueses de Portugal.

No começo do século, 19 a população brasileira tinha cerca de três milhões de habitantes. Salvador, a cidade mais populosa, tinha cerca de 70 mil habitantes (fonte). O Rio de Janeiro tinha cerca de 50 mil habitantes. Ouro Preto, que alcançara 30 mil em meados do século 18, possuía apenas cerca 20 mil habitantes. Cuiabá, Belém e São Luís tinham cerca de 10 mil habitantes. Entretanto, os dados populacionais da época são imprecisos e geralmente têm base em recenseamentos parciais eclesiásticos ou em simples estimativas.

Com a chegada da Família Real, em 1808, o Brasil ganhou novo status, passando a sede da Coroa Portuguesa. Em 1815 foi elevado a Reino. Em 1821, o Reino Unido Lusitano foi transformado em uma Monarquia Parlamentar pelas Cortes de Lisboa, esse processo resultou na Guerra da Independência do Brasil.

O primeiro recenseamento oficial do Brasil ocorreu em 1872 e o País contava com 9.930.478 habitantes. Obviamente não registrou grande parte da população indígena, nem os quilombolas. A população escrava registrada foi de 1.510.806 pessoas.

Com a decadência das Minas Gerais, a Bahia entrou no século 19 como a Capitania mais rica do Brasil. Salvador era o maior porto do Hemisfério Sul e a segunda maior cidade do Império Lusitano, atrás apenas de Lisboa.

Continuação do século 19:

● 1808, Família Real no Brasil

● 1815, Reino do Brasil

● 1821, Brasil na Monarquia Parlamentar Portuguesa

● 1822-1824, Independência do Brasil

Império do Brasil

Dom Pedro II

Ciclos da Borracha

● 1864-1870, Guerra do Paraguay

● 1889, República

● 1896, Guerra de Canudos

 

Salvador, a maior cidade do Brasil no início do século 19, recebeu o Príncipe Regente Dom João vindo de Lisboa em 1808, transformando-se na primeira sede da Coroa Portuguesa fora de Portugal. Dom João ficou na antiga capital do Brasil por 35 dias, onde autorizou a abertura dos portos às nações amigas. Não por acaso, a decisão foi comunicada num dos maiores portos da América, na época.

 

Índios bororenos preparados para o ataque. Em parte do Sul do País, eram chamados de bugres. Costumavam atacar e incendiar propriedades rurais à noite (Aquarela Chef des bororenos, J.B Debret, 1822).

 

Charles Darwin

 

Mapas Historicos Brasil

 

Dois de Julho
Mapa Brasil 1893
Recife antigo

 

O desfile de Dois de Julho é o maior evento cívico da Bahia, sempre enfatizando a decisiva participação dos caboclos nas lutas pela Independência.

 

História

 

◄ Século 18

 

Historia Brasil

 

Canudos

 

Indios Brasil

 

Brasil Seculo 19

 

Bandeiras

 

 

Copyright © Guia Geográfico - Informações e Dados Históricos do Brasil no Século XIX.

 

Salvador em 1844, por Hildebrandt

 

Historia do Brasil

 

 

 

 

O Brasil no Século 19

 

 

 

M. Pereira