Reino do Brasil

 

1815 - Em fevereiro, o Brasil é elevado à categoria de Reino Unido a Portugal e Algarves.

O Uruguai foi anexado ao Brasil, com o nome de Província Cisplatina.

O governo contrata estudiosos e artistas franceses, entre eles Jean Baptiste Debret, para retratar artisticamente o Brasil, e incentivar as artes na nova sede do Império Lusitano.

1817 - Eclode a Insurreição de Pernambuco pela independência e formação de uma República. Proprietários de terra, comerciantes e trabalhadores urbanos derrubam o governador da capitania e instalam um governo republicano, com uma constituição provisória. O movimento foi esmagado cerca de dois meses depois e seus líderes enforcados e esquartejados.

1820

Em Portugal, diversos grupos sociais se levantam contra a permanência da corte portuguesa no Brasil e pedem a volta do comércio exclusivo do Brasil com Portugal. Além disso, exigiram o fim da monarquia absolutista e a formação de uma Assembléia Constituinte

1821 - Em 26 de Abril o rei D. João VI retorna à Lisboa, deixando no Brasil seu filho D. Pedro, como Príncipe Regente.

Em 9 de dezembro chegam ao Brasil decretos de Lisboa, que obrigavam, entre outras coisas, a volta do príncipe regente à Portugal, a criação de uma junta de governo que deveria ser eleita por cada província para governar o Brasil, e que deveriam ser dependentes diretos do governo central de Lisboa. Com isso minimizando a influência administrativa brasileira, restabelecendo a supremacia portuguesa sobre o restante do império e submetendo o rei ao controle da Assembléia e de seu poder legislativo.

1822 - Os conflitos armados começaram em Salvador, em 18 de fevereiro de 1822.

Sete de Setembro - Guerra da Independência do Brasil►

 

 

(1815 - 1822)

 

 

◄ Brasil no Século 19 (assunto anterior)

 

 

Historia Brasil

 

 

 

 

Copyright © Guia Geográfico - Informações e Dados Históricos do Brasil

 

 

Historia do Brasil