O Brasil no Século 17

 

O Brasil entra no século 17 sob o domínio espanhol, com a União Ibérica (1580-1640).

Grupos de colonos que realizam expedições pelo interior do Brasil em busca de riquezas e escravos indígenas. Algumas dessas expedições eram patrocinadas pela coroa portuguesa e ajudaram a ampliar a ocupação do território, até então restrita ao litoral.

1608 - O Brasil foi dividido em duas partes, pela segunda vez. A parte sul, com capital no Rio de Janeiro, e a parte norte, com capital em Salvador. Essa divisão durou até 1612, quando o Brasil foi novamente unido, com capital em Salvador.

1612 - O francês Daniel de La Touche funda a cidadela de São Luís. A França tentava conquistar parte do território americano para criar a França Equinocial, e participar da crescente economia açucareira.

1615 - Os franceses são expulsos por forças portuguesas e espanholas. O Forte de São Luís daria origem a São Luís do Maranhão.

1616 - fundação de Belém do Pará, permitindo melhor controle e defesa da costa.

1620 - Os holandeses fundam a Cia. das Índias Ocidentais, promovendo ataques e ocupações nas colônias portuguesas, principalmente no Brasil.

 

Invasao Holandesa Bahia

 

1621 - A América Portuguesa foi dividida em dois estados. O Estado do Maranhão, com capital em São Luís, e o Estado do Brasil, com capital em Salvador.

1624 - Após anos de tentativas, os holandeses finalmente conquistam a Cidade do Salvador, mas são expulsos no ano seguinte.  Invasão Holandesa da Bahia ►

1630 - Uma nova investida holandesa no Brasil assume o controle do litoral de Pernambuco. Apesar da resistência portuguesa, o domínio holandês perduraria até 1654, quando o Tratado de Taborda (e o pagamento de uma indenização aos holandeses) põe fim à ocupação.

Entre 1637 e 1644, Pernambuco seria governada por Maurício de Nassau-Siegen, que restabeleceu a produção açucareira, promoveu o desenvolvimento urbano e permitiu a liberdade religiosa e política. Sob sua administração, vieram para Pernambuco cientistas de diversas áreas e artistas como Albert Eckhout e Franz Post.

1640 - Fim da União Ibérica. Em 1º de dezembro os portugueses romperam com o domínio espanhol e aclamaram o Duque de Bragança, como D. João IV, novo rei de Portugal. Tem início a dinastia de Bragança, que perduraria até o fim da monarquia portuguesa, em 1910.

1642 - Criado o Conselho Ultramarino, em julho, em substituição ao Conselho das Índias e das Conquistas Ultramarinas, criado em 1604. Sua competência tinha relação com a gestão dos negócios nos territórios portugueses na América, África e Ásia.

1645 - O rei D. João IV concedeu a D. Teodósio de Bragança, seu filho e herdeiro, o título de Príncipe do Brasil. Esse título foi adotado, desde então, por todos os herdeiros da Coroa portuguesa, até 1815. O Brasil não era, entretanto, governado pelo príncipe, nem era oficialmente um principado, mas um Estado de Portugal. Mais: os Nomes do Brasil ►

1645-1654 - Os portugueses iniciam uma guerra contra os holandeses, que termina na expulsão destes últimos. Retomaram Recife nas Batalhas dos Guararapes e reduziram a presença dos holandeses a alguns fortes no litoral do Nordeste.

1663 - A obra Hay Amigo para amigo, do baiano Manoel Botelho de Oliveyra, foi publicada em Coimbra, tornando-se o primeiro livro publicado de um autor brasileiro.

1680 - Portugal fundou a Colônia do Sacramento, na margem norte do Rio da Prata, como parte do território brasileiro. Após várias batalhas, a Colônia foi finalmente cedida aos espanhóis, em 1777.

1684 - Ocorre no Maranhão a Revolta de Beckman. Donos de engenhos de açúcar depõem o governador interino do Maranhão em protesto contra a ação ineficiente da Companhia de Comércio do Maranhão, que deveria regular o uso de escravos africanos na indústria açucareira. Padres da Companhia de Jesus, que denunciavam a escravização ilegal de indígenas, são expulsos de São Luiz. A coroa portuguesa condena os principais lideres do movimento à forca e os Jesuítas retornam ao Maranhão, mas algumas reivindicações são atendidas: a Companhia de Comércio do Maranhão é extinta e o apresamento de indígenas é autorizado.

1694 - A Casa da Moeda do Brasil (CMB) foi fundada em 8 de março pelo rei D. Pedro II, em Salvador.

O Quilombo dos Palmares é destruído.

1695 - São descobertos os primeiros veios auríferos nos sertões de Minas Gerais. Começa a ocupação do território mineiro e a exploração mineral da Capitania. Durante o século 18, Minas Gerais se converteria na maior fonte de riqueza da Coroa portuguesa.

 

Missões

 

Portão da Cidadela da Colônia do Sacramento, a cidade fundada pelos portugueses, em 1680, no atual Uruguay, na margem norte do Rio da Prata. Durantes partes dos século 17, 18 e 19, a Colônia do Sacramento era a mais austral das cidades brasileiras.

 

Colonia Sacramento
Quilombo Palmares

 

Copyright © Guia Geográfico - Cronologia Histórica do Brasil no Século XVII

Dom Joao IV

Dom João IV iniciou a dinastia de Bragança. Foi coroado em 15 de dezembro de 1640, pondo fim ao domínio espanhol. Proclamou-se Dom João por graça de Deus, Rei de Portugal e do Algarve, daquêm e dalém mar em África, Senhor do Brasil e da Guiné e da Conquista... Governou até 1656.

 

◄Colonização do Brasil

 

Historia Brasil

 

Historia do Brasil

 

 

 

 

 

 

 

Divulgação