O Brasil no Século 17

 

O Brasil entra no século 17 sob o domínio espanhol, com a União Ibérica (1580-1640).

Grupos de colonos que realizam expedições pelo interior do Brasil em busca de riquezas e escravos indígenas. Algumas dessas expedições eram patrocinadas pela coroa portuguesa e ajudaram a ampliar a ocupação do território, até então restrita ao litoral.

1608 - O Brasil foi dividido em duas partes, pela segunda vez. A parte sul, com capital no Rio de Janeiro, e a parte norte, com capital em Salvador. Essa divisão durou até 1612, quando o Brasil foi novamente unido, com capital em Salvador.

1612 - O francês Daniel de La Touche funda a cidadela de São Luís. A França tentava conquistar parte do território americano para criar a França Equinocial, e participar da crescente economia açucareira.

1615 - Os franceses são expulsos por forças portuguesas e espanholas. O Forte de São Luís daria origem a São Luís do Maranhão.

1616 - fundação de Belém do Pará, permitindo melhor controle e defesa da costa.

620 - Os holandeses fundam a Cia. das Índias Ocidentais, promovendo ataques e ocupações nas colônias portuguesas, principalmente no Brasil.

 

Invasao Holandesa Bahia

 

1621 - A América Portuguesa foi dividida em dois estados. O Estado do Maranhão, com capital em São Luís, e o Estado do Brasil, com capital em Salvador.

1624 - Após anos de tentativas, os holandeses finalmente conquistam a Cidade do Salvador, mas são expulsos no ano seguinte.  Invasão Holandesa da Bahia ►

1630 - Uma nova investida holandesa no Brasil assume o controle do litoral de Pernambuco. Apesar da resistência portuguesa, o domínio holandês perduraria até 1654, quando o Tratado de Taborda (e o pagamento de uma indenização aos holandeses) põe fim à ocupação.

Entre 1637 e 1644, Pernambuco seria governada por Maurício de Nassau-Siegen, que restabeleceu a produção açucareira, promoveu o desenvolvimento urbano e permitiu a liberdade religiosa e política. Sob sua administração, vieram para Pernambuco cientistas de diversas áreas e artistas como Albert Eckhout e Franz Post.

1640 - Fim do domínio espanhol sobre Portugal. O duque de Bragança é aclamado rei com o nome de D. João IV. Tem início a dinastia de Bragança, que perduraria até o fim da monarquia portuguesa em 1910.

1642 - Criado o Conselho Ultramarino, em julho, em substituição ao Conselho das Índias e das Conquistas Ultramarinas, criado em 1604. Sua competência tinha relação com a gestão dos negócios nos territórios portugueses na América, África e Ásia.

1645 - O rei D. João IV concedeu a D. Teodósio de Bragança, seu filho e herdeiro, o título de Príncipe do Brasil. Esse título foi adotado, desde então, por todos os herdeiros da Coroa portuguesa, até 1815. O Brasil não era, entretanto, governado pelo príncipe, nem era oficialmente um principado, mas um Estado de Portugal. Mais: os Nomes do Brasil ►

1645-1654 - Os portugueses iniciam uma guerra contra os holandeses, que termina na expulsão destes últimos. Retomaram Recife nas Batalhas dos Guararapes e reduziram a presença dos holandeses a alguns fortes no litoral do nordeste.

1680 - Portugal fundou a Colônia do Sacramento, na margem norte do Rio da Prata, como parte do território brasileiro. Após várias batalhas, a Colônia foi finalmente cedida aos espanhóis, em 1777.

1684 - Ocorre no Maranhão a Revolta de Beckman. Donos de engenhos de açúcar depõem o governador interino do Maranhão em protesto contra a ação ineficiente da Companhia de Comércio do Maranhão, que deveria regular o uso de escravos africanos na indústria açucareira. Padres da Companhia de Jesus, que denunciavam a escravização ilegal de indígenas, são expulsos de São Luiz. A coroa portuguesa condena os principais lideres do movimento à forca e os Jesuítas retornam ao Maranhão, mas algumas reivindicações são atendidas: a Companhia de Comércio do Maranhão é extinta e o apresamento de indígenas é autorizado.

1694 - A Casa da Moeda do Brasil (CMB) foi fundada em 8 de março pelo rei D. Pedro II, em Salvador.

1695 - São descobertos os primeiros veios auríferos nos sertões de Minas Gerais. Começa a ocupação do território mineiro e a exploração mineral da Capitania. Durante o século 18, Minas Gerais se converteria na maior fonte de riqueza da Coroa portuguesa.

Destruição do Quilombo dos Palmares. O Quilombo dos Palmares era um conglomerado de aldeias habitadas por escravos fugidos e negros livres que se mantinham a parte da administração portuguesa. Apesar disso, os quilombolas mantinham relações comerciais com vilas e colonos. Para garantir o controle sobre seu território, a Coroa portuguesa realizou diversas investidas militares sobre Palmares. Em novembro de 1695, Zumbi, então líder do quilombo, foi morto. Ao longo dos anos seguintes Palmares seria dizimado pelas forças portuguesas.

 

Missões

 

Portão da Cidadela da Colônia do Sacramento, a cidade fundada pelos portugueses, em 1680, no atual Uruguay, na margem norte do Rio da Prata. Durantes partes dos século 17, 18 e 19, a Colônia do Sacramento era a mais austral das cidades brasileiras.

 

Colonia Sacramento

 

Copyright © Guia Geográfico - Cronologia Histórica do Brasil no Século XVII

 

◄Colonização do Brasil

 

Historia Brasil

 

Historia do Brasil

 

 

 

 

 

 

 

Divulgação